A MINHA AVENTURA COM OS MUAYTHAI 

Łepkowski Marcin_MOJA PRZYGODA Z MUAYTHAIDesde a primeira infância eu preferia muito mais o movimento físico a estar sentado nas salas de aula. Jogar futebol, aulas de educação física e outras actividades que envolviam qualquer tipo de movimento activo - essa era a minha ”praia”. Quando criança, eu não era o típico membro de família. Era aquela época em que os meus melhores amigos estavam no parque a conviver e eu era um visitante frequente. Os meus pais sempre me disseram: "Marcin, volta antes das 20h"

E foi assim que minha aventura com o desporto começou. Primeiro no clube de futebol, porque o futebol foi a coisa mais importante no ambiente em que vivia. Mas foi o melhor? Eu estava sempre a fazer essa pergunta...

Depois de um algum tempo, comecei a perceber que, na equipa, não posso contar só comigo, precisava depender dos outros também. Não importava que eu estivesse perfeitamente preparado para o dia do jogo, eu estudei os adversários, corri o mais rápido que pude para cada bola, mas os meus companheiros de equipa tiveram o seu "pior dia".

Agora estou ciente de que sou apenas um individualista. Eu não estava tão feliz quando meu companheiro de equipa marcou. Foi muito mais satisfatório quando fui eu quem chutou a bola para o golo.

Eu decidi que quero experimentar artes marciais. Foi assim que acabei no Raczadam Cracow Fighting Club em dezembro de 2004. Os primeiros dois anos na academia foram a minha familiarização. Eu tinha muitas tarefas diferentes, mas sempre fiz o meu melhor para estar presente na academia. Eu gostava de aprender novas técnicas, desenvolver aquelas que eu já conhecia e principalmente a rivalidade entre mim e os meus colegas de equipa.

Parece que o meu treinador percebeu algum potencial em mim quando na minha primeira competição de Muay Thai me saí bastante bem. Infelizmente um pouco depois disso eu parei de treinar regularmente, não foi uma excepção para mim estar ausente nos treinos por uma semana ou mais. Então o meu treinador veio ter comigo e disse: "Marcin se conseguires estar presente em todos os treinos durante todo o mês de fevereiro, eu levo-te à Taça Europeia de Muay Thai na Alemanha".

Eu era um júnior na época, tinha 16 anos, podem imaginar o que significou para mim poder viajar para o estrangeiro para competições internacionais. Fiquei tão orgulhoso com a participação na  Taça Europeia de Muay Thai que decidi ser aplicado em cada treino.

Não deixei de ir ao ginásio, desde esta proposta, apenas em Fevereiro, para a competição. Fiz o meu melhor para participar nos treinos todos os dias. Em 2007 participei nessa competição e ganhei a Copa da Europa como júnior após 4 lutas vitoriosas.

O Muay Thai pode ensinar a todos muitos traços positivos. Primeiro de tudo - persistência nas resoluções. Se tiver a sua luta marcada e não se preparar honestamente para isso, então, quando estiver no ringue, perceberá que apenas se enganou a si mesmo. Ninguém vai entrar no ringue e lutar por você, a única pessoa em quem pode confiar é você mesmo. As mesmas regras se aplicam na sua vida, só você pode lidar com seus próprios problemas. O Muay Thai pode ensinar pontualidade - tente várias vezes atrasar o treino e enfrentar a punição do treinador. Então irá lembrar-se para toda a vida de sair alguns minutos antes. O Muay Thai pode ensinar como controlar emoções negativas, porque a maioria delas você deixa no ginásio. Pode ensinar como alterar os seus limites, lembre-se que pode fazer mais do que pensa. O Muay Thai pode proporcionar-lhe confiança porque a pessoa que mais deveria acreditar em você é você mesmo.

Lembre-se que os começos são geralmente muito difíceis. Além disso, alguns dos primeiros treinos não se parecem com o que tinha imaginado. O treinador não deixa que se confronte com nenhum adversário, nem vai desafiá-lo. A vantagem desta arte marcial é a sua simplicidade. Não há técnicas sofisticadas que você não possa copiar. Você precisa entrar no ginásio para ver. As primeiras coisas que aprenderá com o seu treinador são a guarda, movimento e movimentos simples. Depois de dominar o básico, os treinos com escudos e pares serão iniciados.

Vale a pena  sentir o espírito deste desporto, para se apaixonar por ele.

 

Marcin Łepkowski_MOJA PRZYGODA Z MUAYTHAI