A OCORRÊNCIA DE COMPORTAMENTOS PROBLEMÁTICOS NA JUVENTUDE

Doktor Kinga Gryglicka_Występowanie zachowań ryzykownych u młodzieżyComportamentos problemáticos em adolescentes são um factor extremamente importante que afecta diferentes tipos de comportamentos que não se enquadram na chamada norma social. Muitos desses factores influenciam directamente a pessoa, bem como o ambiente circundante em que está inserida e vice-versa. Todos os factores biológicos, sociais e psicológicos têm impacto sobre isso.

Também vale a pena notar a coexistência de comportamentos agressivos, abuso de álcool ou outras drogas psicoactivas descritas por muitos autores como um grupo de comportamentos problemáticos ou arriscados que chamam a atenção dos jovens e cada vez mais frequentemente até de crianças. A adolescência é um momento excepcional na vida de todos os jovens. É uma época de intensas mudanças biológicas, mentais, espirituais e emocionais. Durante este período, a maioria dos jovens procura valores essenciais no mundo, estão definindo os objectivos e as suas aspirações, mas principalmente – estão a moldar a sua identidade. O conceito de “ser” torna-se extremamente importante. Quem sou, o que sou e o que posso oferecer aos outros, são aspectos importantes na vida de todos.

Os comportamentos problemáticos do adolescente podem ter consequências graves se a intensidade e a frequência deles aumentarem. Eles não têm um impacto positivo no desenvolvimento e tornam-se problemáticos. As consequências negativas de comportamentos de risco incluem: ultrapassagem das normas sociais, baixo nível de comunicação social, ameaça à boa saúde e até mesmo à vida.
Experimentar é uma parte inseparável da vida juvenil. Graças a isso, um adolescente aprende os princípios que governam o mundo e aprende sobre os efeitos das suas acções. Como resultado da baixa resistência ao stresse, a agressividade pode ocorrer e isso também pode levar a comportamentos criminosos. Esse tipo de procedimento proporciona um alívio de curta duração e pode causar calma emocional, o que pode ser comparado ao consumo de ecstasy. Este é o último momento em que se deve mudar esse comportamento.

A cultura física pode-se tornar uma maneira eficaz de combater comportamentos de risco entre crianças e adolescentes. A actividade desportiva bem escolhida reduz a maioria dos comportamentos adversos. Através da participação activa em actividades desportivas, especialmente aquelas que ensinam competição saudável, os jovens reduzem a tensão, ao mesmo tempo em que aumentam o autocontrole e a concentração.
O Muay Thai é uma arte marcial, graças à qual podemos treinar e moldar o nosso corpo, mas acima de tudo, ensina os princípios básicos das relações sociais como coragem, equilíbrio, irmandade, respeito pelo outro, ao que podemos chamar de regras do fair play. Graças a este princípio, lutamos com o concorrente, não com o rival.

A luta desportiva favorece o nível de excitação durante o treinamento, a disputa e a competição. No entanto, não se deve encorajar a agressão. No caso do desporto de Muay Thai, podemos falar sobre os bons aspectos do treino, para o qual o treinador contribui. Graças ao treinador, o contacto com a arte marcial torna-se não apenas uma experiência física, mas também mental. Os instrutores ensinam como chegar ao topo, assim como orientam os jovens a aprender técnicas de controle do stresse, agressividade, concentração, memória, etc. É o treinador que decide sobre a escolha e a forma do treino. No momento em que o jovem lutador aprende as regras de treino do próprio desporto, ele molda o seu sistema de valores e, assim, direcciona outras acções que não permitem a ocorrência de comportamentos de risco.